Páginas

segunda-feira, 19 de março de 2012

A Residência James King

Neste post, vou compartilhar um trabalho que fiz na disciplina de Desenho Técnico, durante minha graduação em engenharia elétrica. Trata-se de uma modelagem em Sketch-Up, da Residência James King, uma bonita residência projetada pelo arquiteto Paulo Mendes da Rocha.

Residência James King - Arquiteto Paulo Mendes da Rocha


O trabalho em si, não é lá grandes coisas. Digo isso agora, mas na época foi F... de fazer. Primeiro porque pouco eu conhecia do Sketch up e de arquitetura  e segundo,  pelo pouco tempo que tivemos na época para concluir o trabalho.

A proposta que foi apresentada aos alunos, era que cada um deveria escolher uma residência diferente de um livro de páginas amareladas, que agora já não recordo o nome  chamado Residências em São Paulo: 1947 a 1975  de Marlene Milan e criar o modelo 3D no sketch up e as plantas baixas, cortes e fachadas no AutoCad. O livro, como o nome diz, é  uma compilação de projetos de residências, com cunho  modernista, da cidade de São Paulo, construídas entre 1947 e 1975, se não me engano.

Resolvi de antemão, que escolheria uma casa que realmente me desse vontade de morar, alguma com que eu me identificasse. Após  folhear as quase 500 páginas, me deparei com a Residência James King, Uma casa grande, construída sobre pilotis, toda em concreto aparente, com uma abertura central, rampas, subsolo, espelho d´água na cobertura, enfim, uma residência de alto padrão para ninguém botar defeito.  Olhei mais algumas outras páginas, mas nem precisava, já havia me decidido. Talvez por conta do pilotis, coisa muito comum em Brasília. Quando indiquei a minha escolha ao professor, ele (Doutor em Arquitetura) soltou logo: "Hum... Paulo Mendes da Rocha, boa escolha, você tem bom gosto, mas não vai ser fácil, tem certeza que quer fazer esta?". Fiquei ainda mais animado em fazer o trabalho. Na época, eu nem fazia ideia de quem era Paulo Mendes da Rocha e foi por ai que comecei o trabalho.

A modelagem que fiz pode até ser chamada de grosseira, se comparada com algum trabalho de alunos de arquitetura, as medidas não estão muito fidedignas à realidade. De fato, as fotos retiradas do livro base, não tinham nenhuma cota e apenas uma escala gráfica que ficou deformada após a cópia das páginas, como o leitor pode verificar abaixo. 









Estas eram as imagens que eu dispunha para começar o trabalho. Cheguei a procurar o endereço no google maps, e encontrei o local, porém a imagem de satélite não revela muita coisa, já que o terreno é bem arborizado e as árvores cobre quase tudo.



Realmente foi muito prazeroso fazer este trabalho; até então eu nunca tinha tido contato com o sketch-up e depois de duas semanas já tinha modelado uma residência inteira, e uma assinada por um renomado arquiteto. Desde então, nunca mais modelei outro objeto no sketch-up, fiz algumas plantas baixas no Autocad e mais nada. 


video


LINKS:
[EDITADO 08/09/2016] 
Caros leitores, não sei dizer ao certo o motivo, mas não tenho recebido as notificações dos comentários dessa postagem. Assustei com tanta gente pedindo os arquivos, em geral, as pessoas que responderam diretamente para mim, ou me encontraram via Google+ receberam os arquivos no mesmo dia ou no dia seguinte. Peço desculpa à todos que não foram atendidos.
Eu desisti de usar o 4Shared, então se você tem interesse nos arquivos, mande um email para dnail@dnail.org e solicite os arquivos que respondo em no máximo 24 horas.


Livro: Residências em São Paulo: 1947 - 1975 (reeditado recentemente e relançado pela autora)

Coletânea de Imagens em cores Residência James King, na época do trabalho, não tive acesso à essas fotos, uma pena...